Dafra Cityclass 200i

Após ser mostrado no Salão Duas Rodas 2013, o scooter Dafra Cityclass 200i finalmente vai ganhar as ruas do Brasil. Substituto do Smart 125, o modelo custará R$ 9.390 e contará com os mesmos componentes que fizeram de seu primo maior, o Citycom 300i, um sucesso: desenho europeu e rodas de 16 polegadas.

O modelo não vem apenas para completar o portfólio de scooters da marca, junto com Citycom e Maxsym 400i. Ele chega para firmar a fabricante brasileira no segmento, tendo como grande objetivo peitar o best seller Honda PCX 150, que só em 2014 passou das 17 mil unidades emplacadas.

A expectativa da Dafra, por enquanto, é bem mais modesta: vender 3.300 Cityclass em seu primeiro ano de mercado. O principal problema para competir com o líder de mercado é o preço: o PCX sai da loja por quase R$ 800 a menos, o que forçou a concorrente a apostar num pacote mais recheado e tecnológico.

Visualmente, o Cityclass 200i é uma releitura do XO 200, modelo da italiana Garelli. É dele que vêm as linhas ágeis e o farol único, abrigado em uma lente pontuda e integrado aos piscas dianteiros, em conjunto que ocupa quase todo o escudo frontal.

Na traseira, grandes painéis laterais compõem um conjunto robusto com o assento largo em dois níveis e criam aspecto de conforto. O modelo é caprichado em detalhes como o bagageiro, que segue as mesmas linhas das peças onde se encaixam as luzes traseiras de seta, como se fosse uma extensão da rabeta.

Também há bons auxílios tecnológicos, como freios combinados (que virarão obrigatórios em 2019) e até um sensor de inclinação, que desliga o motor do scooter em caso de queda. A disposição dos comandos nos manetes também mudou, para ficar mais parecida com a das motos e, assim facilitar a adaptação de quem está migrando para um scooter.

[Por:Uol Motos]

WSBK

Que tal estrear o ano novo com uma moto nova na garagem para dar umas aceleradas fortes nas pistas. Pois o pessoal do Team Bimota Alstare, equipe que disputou a temporada 2014 do Mundial Superbike com motos da fabricante italiana Bimota anuncia que está se desfazendo das suas máquinas superesportivas BB3 WSBK 2014 usadas pelos pilotos Ayrton Badovini (nº 86) e Christian Iddon (nº 2), com preços de venda entre 45 mil euros e 65 mil euros.

Apesar do Team Bimota Alstare ter sido uma das grandes promessas do Mundial Superbike na temporada 2014, a equipe acabou tendo os pontos anulados e precisou ser retirada das disputas pelo descumprimento das regras para homologação da equipe na competição, que previa que a fabricante responsável pelo fornecimento das motos deveria produzir uma determinada quantidade de motos de rua com as características da moto de corrida.

O anúncio da venda das motos está sendo divulgado na internet nas redes sociais do Team Bimota Alstare (fb.com/teamalstare) trazendo maiores detalhes técnicos das motos e o e-mail de contato de Greg Hauret-Clos (greg@alstare.com), coordenador da equipe, para o envio de ofertas sérias de pilotos e colecionadores interessados em adquirir as motos BB3 WSBK 2014 que aceleraram nas pistas em parte da última temporada do Mundial Superbike.

[Por:Moto.Com.br]

Ducati 999

Customizar uma motocicleta nada mais é do que adaptar às preferências do usuário, na teoria isto parece fácil, mas na prática a situação não é tão simples assim. Antes de qualquer coisa, é preciso ter inspiração e saber em que você vai transformar a sua moto, custom, café racer, scrambler, entre outras. Além disso, quanto mais original for para montar um modelo totalmente diferente do que já tenha visto, ainda mais valorizada ficará a moto. E foi justamente assim, que um empresário de São Paulo decidiu inovar e transformar uma Ducati 999 em uma versão café racer.

Tudo começou na Califórnia, EUA, quando ele passeava pela cidade e viu pelas ruas uma MV Agusta, modelo F4 customizada em café racer. Ficou encantado com a moto e começou a brotar uma ideia na cabeça. Logo depois viu na internet uma Ducati 749 no mesmo estilo e com um farol totalmente fora do comum e decidiu criar um modelo neste estilo. “Comprei esta Ducati 999 de ano 07/08 pelo farol da moto, conversei com o Sebastian Rochon, um especialista em Ducati aqui no Brasil e ele me deu a ideia de transformar esta moto”, conta o empresário que prefere não ser identificado.

O segundo passo era ir atrás de uma Ducati 999, que dificilmente é vista aqui no Brasil. Ele encontrou uma versão com apenas 500 km rodados de um colecionador e conseguiu comprar. A partir daí ele escolheu a oficina Boi Motos, em São Paulo, para realizar a transformação. “Sou cliente do “Boi” há muitos anos e sempre deixo minhas motos com ele, decidi que seria ele o customizador desta moto devido ao seu extremo capricho e por ser bem detalhista, sem pressa para terminar”, comenta o proprietário da moto.

Transformação

Com a moto na mão o “Boi” a desmontou 100% e começou a transformar o modelo esportivo em uma café racer. No total, foram dois meses na oficina para chegar a finalização desejada. A Ducati 999 foi totalmente modificada e recebeu um estilo minimalista, onde se tira todas as carenagens da moto valorizando o lado naked.O destaque fica por conta do seu farol, que foge totalmente do padrão sem as carenagens que a envolvem, e que deixou a moto com um estilo único.

Todos os acessórios como paralamas e protetores foram refeitos em fibra de carbono, o que deixou a versão com cerca de 20 quilos mais leve. Apenas o tanque de combustível ainda está original, porém em breve chegará a importação do modelo de carbono, que será instalado na moto passando de 4 kg (peso da versão original) para apenas 220 gramas. Isso deixará a moto ainda mais leve.

Em relação à motorização a moto recebeu diversas modificações com novo módulo de injeção, mapeamento, nova embreagem entre outras coisas que rendeu potência de 20% a mais que os 124 cv originais. Vale ressaltar que todas as peças entre acessórios e da parte mecânica foram da Ducabike, valorizando ainda mais a italiana Ducati 999.

O sistema de freios é top de linha com pinças Brembo e discos margaridas, assim como o conjunto de suspensões da Ölhins. Para completar o guidão é um HH Bar, que segundo o proprietário possui uma polegada mais alta no tamanho, o que ajuda a melhorar a posição de pilotagem para pessoas de baixa estatura sem ter que fazer adaptações.

Outros detalhes também deixaram a versão ainda mais atraente. Toda a moto recebeu pintura eletrostática, inclusive a tampa do motor em dourado. O escapamento foi adaptado da Panigale 1199 e os pneus são totalmente voltados à pista. Para completar o banco único foi desenvolvido no clássico estilo café racer. Tudo isso com documentação 100% legalizada de acordo com as normas vigentes de trânsito no Brasil.

Conclusão

O resultado de todo este trabalho foi uma Ducati 999 única, no estilo café racer. A ideia do empresário que começou nos Estados Unidos finalmente já circula nas ruas de São Paulo e por onde passa chama a atenção. Inclusive depois de pronta já começou o leilão de ofertas no modelo, que não está a venda segundo o proprietário.

E claro que para transformar um modelo esportivo em uma café racer neste ponto custou um bom investimento, ainda mais com todas as peças da Ducabike. Segundo o idealizador não se gasta menos do que 100 mil reais para concluir um projeto como este. Um valor um tanto expressivo se comparado aos valores das motocicletas no mercado brasileiro, porém, que ficou uma moto sensacional ficou não é? E para quem tem este poder aquisitivo a satisfação em ter um modelo exclusivo e especial é o que mais importa!

[Por:Moto.Com.br]

BMW

A BMW inaugurou sua primeira concessionária em São José dos Campos (SP), na região do Vale do Paraíba. Localizada na Av. Doutor Eduardo Cury, 220, Jardim Esplanada, telefone (12) 3928-8888, a Osten tem uma área construída de 5.440 metros quadrados para comercializar os carros da marca bávara e da Mini e também as motos da BMW Motorrad.

“São José dos Campos está em uma região de pleno desenvolvimento e que apresenta forte demanda pelos nossos produtos. Além disso, a Osten é uma antiga parceira comercial, reconhecida pelo seu alto nível de atendimento. Temos certeza que esta será uma concessionária com grande fluxo e de grande sucesso”, afirma Martin Fritsches, diretor de vendas da BMW do Brasil.

[Por:Moto.Com.br]

Ducati

A fabricante italiana Ducati atingiu recentemente a marca de 1 milhão de motos produzidas na fábrica de Borgo Panigale. O próprio presidente da companhia, Claudio Domenicali, fez questão de entregar o modelo da marca histórica, uma Monster 1200 S, ao seu comprador Ernesto Passoni, de 47 anos, em Milão.

Para simbolizar e deixar a moto ainda mais valiosa para colecionadores e fãs da marca, a Ducati Monster 1200 S comemorativa traz a gravação da numeração de 1 milhão no guidão. A primeira motocicleta da fabricante italiana foi produzida em 1946.

[Por:Moto.Com.br]

Triumph

A Triumph Motorcycles Brazil convoca os proprietários de 171 motocicletas comercializadas no Brasil dos modelos Thruxton, Rocket III Roadster, Tiger 800 e Tiger 800 XC, de ano/modelo 2014/1015, para participar de uma campanha de recall. A subsidiária da marca inglesa informa que a convocação é necessária para a realização da substituição do Módulo Eletrônico do Motor (ECM) nas respectivas motos.

Segundo a Triumph, o serviço é necessário porque foi constatada uma ativação não intencional dos injetores de combustíveis pelo Módulo Eletrônico do Motor, fazendo com que os injetores apresentem falha de funcionamento, levando a uma perda de potência ou, excepcionalmente, o desligamento do motor, podendo ocasionar a parada da motocicleta.

Essa ação corretiva visa garantir a segurança dos clientes Triumph e o tempo gasto na execução do serviço é de uma hora. Em casos extremos, os riscos citados podem ocasionar quedas e danos físicos aos condutores. Até o momento, não há registro de acidentes.

Os proprietários dos modelos relacionados nesse recall devem entrar em contato com o Serviço de Atendimento ao Consumidor (SAC) da Triumph, de segunda a sexta-feira, das 9h00 às 18h00, pelo telefone 0800-7272025, para agendar gratuitamente o reparo.

Modelo: Thruxton
Ano/Modelo: 2014/2015
Chassis: 661066 a 666963
Total de motocicletas: 13
Modelo: Rocket III Roadster
Ano/Modelo: 2014/2015
Chassis: 658202
Total de motocicletas: 1
Modelo: Tiger 800
Ano/Modelo: 2014/2015
Chassis: 662361 a 664202
Total de motocicletas: 59
Modelo: Tiger 800 XC
Ano/Modelo: 2014/2015
Chassis: 661023 a 668866
Total de motocicletas: 98

Como orientação geral, o Procon São Paulo ressalta que o chamado de recall envolve os modelos adquiridos de concessionária ou de pessoa física e não há prazo limite para atendimento à campanha. Se o consumidor tiver qualquer dificuldade para efetuar o reparo/substituição, deve procurar um órgão de defesa do consumidor.

A empresa deverá apresentar os esclarecimentos que se fizerem necessários, conforme determina o Código de Defesa do Consumidor, inclusive com informações claras e precisas sobre os riscos para o consumidor.

O que diz a lei
O Código de Defesa do Consumidor, em seu artigo 10, estabelece que: “O fornecedor não poderá colocar no mercado de consumo produto ou serviço que sabe ou deveria saber apresentar alto grau de nocividade ou periculosidade à saúde ou segurança.

§ 1º O fornecedor de produtos e serviços que, posteriormente à sua introdução no mercado de consumo, tiver conhecimento da periculosidade que apresentem, deverá comunicar o fato imediatamente às autoridades competentes e aos consumidores, mediante anúncios publicitários”.

Outra questão importante, que deve ser observada pelos consumidores, refere-se à exigência do comprovante de que o serviço foi efetuado, documento que para sua segurança deverá ser conservado e repassado adiante, em caso de venda. Caso tenha sido comercializado mais de uma vez, o atual proprietário terá o mesmo direito ao reparo gratuito.

Conforme determina a Portaria Conjunta nº 69 de 15/12/2010, da Secretaria de Direito Econômico e do Diretor do Departamento Nacional de Trânsito, o veículo que não for reparado/inspecionado em até 12 meses, após o início da campanha de recall, terá a informação lançada no campo ‘observações’ do próximo CRLV (Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo) emitido pela autoridade de trânsito.

Os consumidores que já passaram por algum acidente causado pelo defeito apontado poderão solicitar, por meio do Judiciário, reparação por danos morais e patrimoniais, eventualmente sofridos.

[Por:Moto.Com.br]

Triumph

O skatista Tony Hawk, uma das maiores lendas do esporte mundial, está leiloando no eBay uma motocicleta Triumph Speedmaster autografada por ele e customizada pela oficina inglesa British Customs. Os lances começaram em US$ 0,99 e já estão em mais de US$ 8 mil.

De acordo com o comunicado, toda a verba arrecada no leilão, que vai até dia 18 de dezembro, será destinada à Fundação Tony Hawk, que promove apoio e capacitação aos jovens de comunidades carentes nos Estados Unidos e em outros países.

A Triumph Speedmaster, que tem um motor de dois cilindros e 865 cm³, ganhou uma cor azul metálico, um guidão no estilo chopper, além de receber peças cromadas, tecido do assento em couro marrom e a assinatura da lenda do skate em seu tanque.

[Por:Moto.Com.br]

« Previous Entries  Next Page »