Substituta da Yamaha 250, a mini-FZ6 brigará com a mini-Hornet — CB 300R

Existe muita expectativa sobre o que a Yamaha fará para competir de igual para igual com a nova Honda CB 300R — substituta da CBX 250 Twister. O modelo 2009 da Fazer 250 virá apenas com algumas modificações estéticas e a adição da sonda lambda, a exemplo do que foi feito com a Lander. Assim, apenas a versão 2010 apresentará grandes novidades.

Informações de bastidores e uma moto que nossa equipe já avistou rodando pelas ruas brasileiras, levam a concluir que a sucessora da Fazer atual terá o visual da FZ 16 vendida pela Yamaha na Ásia. Desse modo, a estética lembrará muito a naked FZ6. E também é possível existir uma versão semi-carenada, como a FZ 16 Fazer que acaba de ser mostrada em terras asiáticas.

A pequena FZ 16 é equipada com um motor 153 cm³ refrigerado a água capaz de alcançar 14 cv de potência. Porém, a moto que seria comercializada no Brasil contaria com um motor originado da Fazer 250 brasileira.

Além da estética moderna, a nova Fazer também herdaria o chassi tipo diamante da FZ 16. Com certeza, a briga entre Honda e Yamaha vai ser intensa com a novidade. Será interessante ver a disputa entre a mini-Hornet — CB 300R — e a mini-FZ6 — nova YS 250 Fazer.

Rafael Miotto / Raul Fernandes Jr.

[Por:Motociclismo Online]

Europeus desejam a Honda CB 300R

Produto brasileiro deve ser apresentada nos próximos salões internacionais

Lançada oficialmente no início de junho, a CB 300R gerou muitos comentários, não só no Brasil, mas em todo mundo. Utilizando como inspiração o visual da CB 600F Hornet, a equipe da Honda brasileira criou a nova sucessora da CBX 250 Twister com um propulsor de 291,6 cm³.

Sites e revistas da Europa já noticiaram sobre a CB 300R e também a XRE 300 — substituta de XR 250 Tornado e NX4 Falcon. Vistas pelos estrangeiros como opções econômicas e com belo visual, acreditam ser uma boa opção para o Velho Continente em tempos de crise.

Além disso, as motos seriam uma nova opção para quem está iniciando no motociclismo e tem pretensões de, no futuro, acelerar máquinas maiores. Não iremos nos surpreender se a CB 300R e a XRE 300, desenvolvidas no Brasil, derem as caras nos salões internacionais até o final do ano.

[Por:Motociclismo Online]

Fabricação dos modelos 2008 foi interrompida devido ao Promot3

A Moto Honda da Amazônia anunciou que, desde 31 de dezembro de 2008, três modelos de sua linha tiveram a produção descontinuada. Os modelos 2008 de CBX 250 Twister, XR 250 Tornado e NX4 Falcon forma produzida apenas até o último dia do ano passado.

O fato ocorreu devido à entrada em vigor do Promot3 (Programa de Controle da Poluição do Ar por Motociclos e Veículos Similares) em 1º de janeiro de 2009. De acordo com as novas normas, as motocicletas produzidas a partir do ano vigente têm de estar em concordância com as novas regras de emissões.

Assim, como Twister, Tornado e Falcom não se encaixam no Promot3, a Honda terá de suprir as concessionárias com as motos produzidas até o fim do ano anterior. Desse modo, em breve todos os modelos citados devem ser reformulados ao novo padrão.

Rafael Miotto
Imagens Honda

[Por:Motociclismo Online]

Vazou na internet uma foto daquela que poderá ser a sucessora da Twister

Totalmente pronta e sem disfarces (faltando apenas os grafismos), tudo leva a crer que a moto será a substituta do modelo que é comercializado no Brasil desde 2001. Pelas fotos é possível perceber a inspiração em sua irmã maior, a CB 600F Hornet, principalmente pela semelhança do farol dianteiro.

Além de ser renovada em sua estética — com um aspecto de moto maior, ressaltado pelo tanque de combustível, sua mecânica também recebeu mudanças que podem ser percebidas pela foto. A Honda utilizará um novo chassi, novas rodas de liga-leve, novo painel e, enfim, a tão aguardada injeção eletrônica (que poderá utilizar a tecnologia Flex de combustível). O freio traseiro a disco não é descartado para equipar esta versão.

Se o lançamento for confirmado, podemos esperar a chegada desta moto até o fim deste ano, pois assim, a nova Twister atenderia a 3ª fase do Promot que entrará em vigor a partir de 1º de janeiro de 2009.
Junto a ela, podemos esperar o lançamento da Honda XR 250 Tornado que chegará apostando na tecnologia da injeção eletrônica, freio traseiro a disco e um visual muito mais moderno.

Com o lançamento desta moto, a Honda começaria a criar a identidade final da família CB. Por isso, não descartamos a chegada, ainda este ano, da “CBX 400″ (monocilíndrica) para criar o primeiro degrau “pós-250″ com um visual muito semelhante à motocicleta desta foto. Posteriormente, podemos aguardar uma 500 bicilíndrica para criar todos os degraus para o motociclista chegar nas conhecidas CB 600F Hornet e CB 1300.

Em breve, mais informações!

[Por:Motociclismo Online]

Único dispositivo a não comprometer a garantia de fábrica da motocicleta, o Alarme Original Honda passa a ser oferecido agora ao modelo CBX 250 Twister. Até então, o aparato podia ser instalado somente nas CG’s 125 Fan, 150 Titan e 150 Sport.

Composto por unidade central, sirene e controle, o sistema possui sensor de inclinação e de presença, que são disparados quando o sinal do transmissor não é reconhecido.

Além de um chicote exclusivo, apresenta dois controles com botões de ativamento rebaixados que evitam o acionamento involuntário, componentes resistentes à água e baixo consumo de bateria.

O alarme recebe ainda um sistema conhecido como rolling code, que evita a clonagem do transmissor, pois uma série de números é registrada na unidade central. Em situações de emergência, como a ausência do controle, o usuário poderá desativá-lo por meio de um código de dois dígitos programáveis, girando a chave de ignição.

O preço público sugerido do dispositivo é de R$ 253,50, com base no estado de São Paulo, sem despesas com a instalação e dois anos de garantia.
[Por:Moto.com.br]

Mais uma vez, a Honda participa do mais badalado festival de inverno do país, realizado em Campos do Jordão, interior de São Paulo.

Até o dia 27 de julho, a Casa Honda apresenta, pelo quarto ano consecutivo, produtos dos três principais segmentos de atuação da empresa no Brasil: motocicletas, automóveis e produtos de força.

No estande de 700 m², a grande atração da linha de motocicletas é a pré-apresentação da nova CBR 1000RR Fireblade 2008 totalmente reformulada, além dos modelos recém-lançados: a XL 1000V Varadero na cor laranja, a estradeira Shadow 750, a street sport CB 600F Hornet e o novo quadriciclo TRX 420 Fourtrax.

Durante o evento, a Honda contará com dois estandes: o “Casa Honda” para a exposição de seus modelos e o “Honda Experience”, em que os visitantes terão a oportunidade de testar o novo quadriciclo da marca. Além disso, promoverá uma série de atividades para que os convidados “sintam-se em casa” nesse período de férias na cidade.

Os visitantes poderão conferir ainda as motos: Biz 125+, CRF 230F, XR 250 Tornado, CBX 250 Twister, NX4 Falcon, CBR 600RR, VTX 1800C e GL 1800 Gold Wing.

[Por:Moto.com.br]

Moto Honda

A Moto Honda da Amazônia bateu recorde de vendas no primeiro trimestre de 2008. Segundo os dados da Abraciclo (Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas e Similares), a empresa atingiu 406.010 unidades comercializadas, ante 328.411 no mesmo período do ano passado. Com isso, a marca cresceu 23,6%.

De acordo com a montadora, parte do desempenho está ligada ao modelo CG 150 Titan, líder do segmento nacional, que ultrapassou a barreira das 100 mil unidades vendidas nesses três primeiros meses — 126.619 contra 104.700 de 2007, um crescimento de 20,9%.

A CG 125 Fan, lançada há três anos, teve um acréscimo de 71,7% em relação ao mesmo período do ano anterior: foi de 70.761 motocicletas para 121.542 unidades. Outro destaque foi a Biz 125. A representante da categoria Familiy fechou o trimestre com 57.076 unidades vendidas ante 53.959 registradas em 2007.

Integrante do segmento on/off-road, a NXR 150 Bros mostrou um crescimento de 14,1% comparado com  os três primeiros meses de 2007. O modelo já vendeu 30.962 unidades em 2008.

A NX4 Falcon teve um aumento significativo: 53,6% (5.059 unidades neste ano). Na faixa de 250 cm³, a CBX 250 Twister quanto a XR 250 Tornado tiveram um crescimento em suas vendas de 11,5% e 19,6%, respectivamente.

Entre as importadas, a Honda cresceu 340%, com destaque para os modelos CBR 600RR, CBR 1000RR Fireblade, CB 1300 Super Four, XL 1000V Varadero e GL 1800 Gold Wing com airbag.

[Por:Moto.com.br]