Depois de passar por um período conturbado que incluiu até o fechamento de algumas concessionárias, a Traxx abriu sua coletiva de imprensa no Salão Duas Rodas prometendo por ordem na casa. Com a palavra reestruturação como lema para 2012, a marca também apresentou seu novo presidente, Leng Zhi Mao, que assume os negócios da marca no Brasil após experiência de 13 anos na Jialing, outra marca do grupo que também engloba a Traxx.

Para voltar a ser competitiva no mercado brasileiro, a montadora chinesa confia no potencial das trails Fly, de 150cc e, principalmente na nova Dunna, de 600cc. Exposta no evento em diversas versões — inclusive uma com sidecar, utilizada pelo exército chinês — a Dunna tem motor de um cilindro e já apareceu no estande da marca no Salão de 2009, porém não chegou a ser comercializada. As incertezas também rondam o lançamento da trail nesta edição: nenhum detalhe, como data de lançamento ou preço sugerido, foi confirmado. Segundo Aírton Silva, Gerente de Desenvolvimento de Produto, “a moto será vendida e queremos deixar o preço abaixo dos R$ 20 mil”.

O plano de reestruturação inclui ainda a expansão no número de concessionárias. A intenção é abrir cerca de 40 novas revendas, nas regiões Sudeste e Centro-Oeste. Entretanto, até que esse projeto esteja concluído, a Traxx segue com a linha de ciclomotores de 50cc como carro-chefe, responsáveis por 70% das vendas da montadora no Brasil.

Por:Carlos Bazela

[Por:Uol Motos]

Fly 135 é a nova moto trail da Traxx

Moto conta com novo motor de 135 cm³ que gera 13,1 cv

A Traxx acaba de lançar uma versão mais potente da Fly 125. A Fly 135, moto trail da Traxx, possui como principais diferenciais: o novo motor, com o propulsor de 135 cm³, OHC, refrigerado a ar, com 13,1 cv de potência máxima e 0,96 kgfm de torque. De acordo com a marca, isto resultou em um fôlego extra ao modelo e deixando-a mais veloz nas arrancadas e retomadas, ao mesmo tempo em que não influencia consideravelmente no consumo.

Outra novidade da Fly 135 é que agora o comprador pode escolher qual tipo de pneus quer que equipe sua moto, há duas opções, pneus off-road ou on-road (pneus para asfalto). Os pneus off-road virão acompanhados de aros 21” na dianteira e 18” na traseira.  Já com a configuração on-road, as medidas serão 19” na dianteira e 17” na traseira, dando um ar mais urbano. Com um novo estilo e novos grafismos, o modelo terá disponíveis as cores azul, preta e vermelha e amarela, que a torna mais moderna e urbana. A Traxx oferece ainda os dois anos de garantia da fábrica que será comercializada por R$ 5.499, versão off-road, e R$ 5.599, na versão on-road.

Além desses diferenciais, a moto virá ainda equipada com freio a disco nas duas rodas e suspensão traseira monoamortecida com link, proporcionando mais estabilidade nas derrapagens e nas curvas. Com velocímetro de fácil leitura ela vem com sensor na embreagem e no pedal para evitar que a moto arranque com o descanso lateral acionado.

[Por:Motociclismo Online]

Traxx coloca Work 125 no mercado

Motocicleta utilitária chega às lojas, em agosto, por preço sugerido de R$ 4.299

Traxx Work 125

Uma nova opção para quem trabalha de moto no dia a dia ou apenas necessita de um veículo para se transportar, esta é a nova Traxx Work 125. Apresentada no Salão Duas Rodas 2010, a Work estará disponível nas revendas da marca no próximo mês de agosto e sua intenção é brigar de igual para igual com as motocicletas já presentes no segmento. De acordo com a Moto Traxx da Amazônia, empresa do China South Group — um dos maiores fabricantes mundiais de motos —, a motocicleta foi produzida para suportar a rotina nas ruas.

A Work está equipada com propulsor de 133 cm³, monocilíndrico, arrefecido a ar, carburado, 4T, capaz de gerar 11,2 cv de potência máxima a 8.500 rpm. Além disso, a work possui sistema de partida elétrica e o tanque de combustível comporta até 11 litros (2 litros de reserva). A Traxx divulga que a moto pode alcançar até 95 km/h. O preço sugerido pela Work 125 é de R$ 4.299.

Rafael Miotto

Imagens Traxx

[Por:Motociclismo Online]

traxx shark 250cc

Antes de pilotar a Traxx Shark 250, confesso que torci o nariz, já que a moto chinesa não é um primor no quesito beleza. Tem muitos “penduricalhos” para uma custom de pequeno porte. Se esta moto fosse minha, muitos itens iriam diretamente para o “arquivo morto”. Entre eles, a moldura do farol, os faróis auxiliares triangulares com lente amarela, o guidão reto (T-Bar), o suporte para a instalação de alforjes e o “mata cachorro”.  Gosto das classic custom, sem muita frescura, poucos “adereços” e pintura monocromática. Enfim, é uma moto de gosto duvidoso, excêntrico melhor dizendo.

Quando subi na moto e comecei a rodar na pista de testes da Pirelli, que fica em Sumaré (SP), tive que mudar alguns conceitos, já que fui surpreendido positivamente em alguns aspectos, entre eles o conforto desta pequena custom. A Traxx Shark 250 oferece uma boa postura traduzida pelo banco individual, guidão T-Bar, no melhor estilo “Easy Rider”, e pelo bom posicionamento das pedaleiras. Dessa forma o piloto vai sentado e não montado, como na maioria das motos. A boa ergonomia se reflete em uma pilotagem bastante tranqüila, relaxada e segura. Detalhe: o garupa também se beneficia do conforto do conjunto, já que a moto conta com um sissy-bar (encosto para as costas).

traxx shark 250 cc

Motor e ciclística

Pouco conhecida, a Traxx Shark 250 está equipada com um motor de dois cilindros em linha, arrefecido a ar e alimentado por carburador. Com 233 cm³ de capacidade cúbica, o propulsor de quatro tempos, desenvolve potência máxima de 19,7 cv a 8.000 rpm. Já o torque máximo é de 1,8 kgf.m a 6.500 rpm. Com uma configuração bastante similar se compararmos à aposentada Honda CB 400 da década de 80, o motor da Traxx Shark 250 é quadrado, já que tem o mesmo tamanho de diâmetro e curso – 53 mm.

motor da traxx shark 250

Com apenas 500 unidades vendidas em 2009, a custom urbana da Traxx não tem o mesmo desempenho da Kasinski Mirage 250 (já injetada em sua versão 2010), porém não é tão fraca como a Shyneray XY 250.4. A Shark 250 tem força suficiente para rodar com desenvoltura por ruas e avenidas dos grandes centros, já que seu motor trabalha melhor em baixas e médias rotações. A velocidade final chega aos 110 km/h. Porém nessa velocidade e em altos giros, a vibração é mais acentuada e chega a incomodar.

Na dianteira, o modelo de 250 cc traz o tradicional garfo telescópico e freio de disco simples. Já na traseira, suspensão bichoque e freio a tambor. Nesta primeira impressão ao pilotar, as suspensão são simples, porém bem calibradas e absorvem bem as ondulações do piso.

Já os freios se estavam de acordo com sua proposta. Na frente, o funcionamento do freio a disco estava um pouco “borrachudo”, ou seja, oferecia uma reação um pouco lenta. Porém temos que levar em consideração que a moto era “0 km” e as pastilhas precisavam de mais alguns quilômetros para se acomodar. Para um melhor desempenho, ou seja, diminuir o tempo de frenagem, o freio traseiro precisava também de um simples ajuste.

Outro destaque do modelo chinês foi a escolha dos pneus. A Shark está calçada com o modelo City Demon, da Pirelli. Com medidas de 3.00 x 18 (dianteiro) e 130/90 x 15 (traseiro), os pneus ainda ajudam no trabalho de absorção de impactos e também estão diretamente ligados à estabilidade da motocicleta.

frente da traxx 250

Na parte estética, a moto conta ainda com muitos cromados e rodas de liga leve. Já o painel da Shark 250 traz velocímetro, hodômetro total e parcial. As luzes-espia ficam na mesa, como nas Honda Shadow 600/750. A custom de 250 cc da Traxx tem o preço sugerido de R$ 9.257,00.

FICHA TÉCNICA:
Motor: OHC, quatro tempos, dois cilindros paralelos, quatro válvulas e refrigeração a ar
Cilindrada: 233 cm³
Diâmetro x curso: 53 mm x 53 mm
Taxa de compressão: 9,4:1
Potência máxima: 19,7 cv a 8.000 rpm
Torque máximo: 1,8 kgf.m a 6.500 rpm
Sistema de Combustível: Carburador
Partida: Elétrica
Câmbio: Cinco velocidades
Transmissão: Corrente
Quadro: Tubular, berço duplo em aço
Suspensão:
Dianteira: Garfo telescópico, com 145 mm de curso
Traseira: Duplo amortecedor, com 75 mm de curso
Dianteiro: 3.00 – 18 – 6PR
Traseiro: 130 / 90 – 15M/C – 6PR
Freios:
Dianteiro: Disco simples de duplo pistão com de 275 mm de diâmetro
Traseiro: Tambor, de 130 mm de diâmetro
Dimensões CxLxA: 2.140 mm x 900 mm x 1.130 mm
Entre-eixos: 1.470 mm
Distância do solo: 135 mm
Altura do assento: 700 mm
Capacidade do tanque: 10 litros (reserva 2 litros)
Peso seco: 155 kg
Cor: Preto/amarelo
Preço: R$ 9.257,00

Fotos: Mario Villaescusa

Aldo Tizzani

[Por:Agência Infomoto]

A empresa chinesa lança no Brasil o Vico, um scooter elétrico que tem o motor no interior do cubo da roda traseira. O Vico utiliza quatro baterias de 12 volts ligadas em série que geram 48 volts garantindo até 80 km de autonomia.
O Vico conta com três marchas que determinam a velocidade máxima a ser alcançada. O painel possui marcador de energia, que informa precisamente a quantidade de carga disponível. Bi-volt (110/220), para abastecer o Vico basta ligá-lo a uma tomada comum, de 110 ou 220 volts e recarregar.

O scooter conta também com diversos porta objetos, como um gancho para carregar bolsas, porta-luvas e um pequeno baú traseiro. Todos com abertura por chave. O preço público sugerido do novo scooter é de R$ 3.577.

[Por:Agência Infomoto]

A Moto Traxx da Amazônia anunciou nesta semana que irá manter até domingo (8) a tabela de preços reduzidos para três modelos de sua linha atual de motocicletas.

Desde janeiro, as unidades Sky 110, Joto 125 e Fly 125 estão sendo vendidas com valores 13% abaixo dos praticados anteriormente.

A empresa pertencente ao China South Group, um dos maiores fabricantes de motocicletas do mundo, ressalta ainda que toda a linha de motocicletas tem benefícios exclusivos e gratuitos, como seguro contra roubo, furto, incêndio e colisão, assistência 24 horas por um ano e garantia total de dois anos.

Mais informações, no site www.traxx.com.br.

Confira os preços promocionais:
- Sky 110: R$ 3.977,00
- Joto 125: R$ 4.958,00
- Fly 125: R$ 5.688,00

[Por:Moto.com.br]

Motos TRAXX com preço reduzido

A Moto Traxx da Amazônia, empresa pertencente ao China South Group, um dos maiores fabricantes de motocicletas do mundo, começa 2009 com motos mais baratas.
No mês de janeiro, as motos Traxx têm preço reduzido. Em média, os modelos Sky 110, Joto 125 e Fly 125, estão à venda com valores 13% abaixo da tabela praticada anteriormente.
Confira os valores na tabela abaixo:
Sky 110 – R$ 3.977,00
Joto 125 – R$ 4.958,00
Fly 125 – R$ 5.688,00
O modelo Star não faz parte da promoção. O preço da moto permanece em R$ 3.477,00.
A promoção é válida para todo o Brasil, durante o mês de janeiro.

Benefícios exclusivos
Toda a linha de motocicletas Traxx tem benefícios exclusivos: Seguro Contra Roubo, Furto, Incêndio e Colisão, Assistência 24 horas por um ano e Garantia Total de 2 anos.
Todos os benefícios são oferecidos gratuitamente ao consumidor.

Mais informações:
Max Mídia Comunicação – (11) 3079.6717
Maristela Ramos – (11) 8152.8752/E-mail: maristela@maxmidiacomunicacao.com.br
Karin Esteves – (11) 8196.3796/E-mail: karin@maxmidiacomunicacao.com.br

Imagem divulgação

[Fonte:Moto Traxx da Amazônia]

« Previous Entries  Next Page »