MVK busca novos parceiros para crescer

MVK

A MVK já investiu cerca de R$15 milhões no Brasil. Neste ano a empresa prepara um novo aporte de capita – R$ 32 milhões -, para a implantação de sua fábrica no Polo Industrial de Manaus (AM). Para acompanhar este crescimento, a empresa planeja ampliar significativamente sua rede de revendedores no Brasil. O investimento inicial necessário para abertura de uma revenda MVK é de, aproximadamente, R$ 400 mil, sendo que o retorno do investimento acontece normalmente entre oito meses e um ano.

Em seu portifólio, a empresa comercializa seis motos (Fenix, Black Star, Street, Super, Fox e BRX 140), cinco modelos de quadriciclos (Simba, Sport 150, X-Cape, Big Force e Jurassic). A MVK Motos também a é representante exclusiva no Brasil da marca Regal Raptor. Informações, acesse: www.mvkmotos.com.br

[Por:Moto.com.br]

MVK Motos

A MVK Motos, marca que atua desde 2002 no mercado brasileiro de motocicletas e quadriciclos, tem uma dica de presente original para a criançada neste Natal. A empresa está comercializando no País um quadriciclo especialmente desenvolvido para atender as crianças com idade de 4 a 12 anos. Trata-se do SIMBA, um quadriciclo divertido e  versátil que pode ser uma ótima opção para as férias em sítios ou praias

Equipado com motor monocilíndrico de 50cc, o SIMBA vem equipado com freios a disco nas rodas traseiras, partida elétrica, que permite que qualquer criança ligue o veículo, e sistema de transmissão automático, que também facilita a condução por pilotos de todas as idades. Com apenas 65 Kg, e dimensões reduzidas (somente 154 cm de comprimento, 86 cm de largura e 67 cm de altura do assento ao solo), o modelo é fácil de ser transportado e manobrado.

Para os iniciantes, a MVK instalou um dispositivo de segurança que, acionado por um adulto, desliga imediatamente o motor. O SIMBA está disponível nas cores azul, vermelho, amarelo e camuflado (simulando o visual de um veículo militar). O modelo tem preço sugerido de R$ 3.780,00.

[Por:Moto.com.br]

mvk motos

A MVK Motos aproveitou o Salão Duas Rodas para anunciar um investimento de R$ 32 milhões na construção de uma fábrica de motocicletas e quadriciclos em Manaus e ainda apresenta diversos novos modelos que fazem parte da sua linha 2010 de produtos. Outra novidade para o consumidor é uma promoção especial, durante os seis dias da feira, com descontos de até 30% nos preços de motos e quadriciclos da marca.

A Embramoto, nova empresa criada pelos sócios brasileiros da MVK Motos, vai produzir motocicletas e quadriciclos da marca MVK, em Manaus (AM), a partir de março de 2010. Com capital 100% nacional, a Embramoto vai investir cerca de R$ 32 milhões na nova fábrica, que deverá produzir cerca de 7.800 veículos no primeiro ano e 12.300 unidades no segundo ano.

Nestes dois primeiros anos de atividades, 80% da produção será de motocicletas e 20% de quadriciclos. “Com a produção local, os preços dos produtos MVK no mercado brasileiro terão um preço mais estável, que não dependerá mais da oscilação do dólar e também serão mais acessíveis para o consumidor. Nossa expectativa é que as motos e quadriciclos MVK feitos em Manaus custem até 15% a menos do que os modelos importados”, afirma Guillermo Altrichter, diretor da MVK Motos que agora também assume a direção da Embramoto.

De acordo com o executivo, o modelo Fox, o mais barato da marca, deverá ter seu preço reduzido dos atuais R$ 4.280,00 para cerca de R$ 3.580,00. Já os modelos Fenix Gold e Spyder produzidos em Manaus terão preço de R$ 11.280,00 e R$ 15.280,00, respectivamente.

Outro ponto importante na produção local, segundo o diretor, é um aumento sensível na qualidade. “Um dos nossos objetivos com a nova fábrica é controlar melhor a qualidade dos produtos. Para tanto, teremos equipes especializadas na China, controlando os componentes importados, e um departamento responsável pela gestão da qualidade, que ficará incumbido de garantir que todos os componentes nacionais e importados atendam as normas técnicas e padrões de qualidade exigidos pela legislação brasileira”. Altrichter salienta que a Embramoto se comprometeu a obter a certificação ISO 9001 ainda no primeiro ano de operação da fábrica.

As motocicletas e quadriciclos da MVK produzidos em Manaus cumprirão o índice de nacionalização previsto pelo Suframa (Superintendência da Zona Franca de Manaus). Com isso, cada modelo montado na capital do Amazonas terá pelo menos 60 processos de trabalho nacionalizados. Isso significa que itens como baterias, pneus, manoplas, suportes para fixação, pastilhas de freios, sapatas e refletores, entre outros, serão fabricados no Brasil por fornecedores que já estão sendo desenvolvidos.

“Vamos aproveitar a nacionalização obrigatória de alguns componentes para elevar a qualidade dos nossos produtos”, revela o diretor da Embramoto. O executivo lembra que o projeto de produção nacional da MVK foi aprovado pelo Suframa recentemente.  Um dos próximos passos, agora, será escolher o local da planta. “Nossa intenção é encontrar um galpão com cerca de 5 mil metros quadrados para instalar a fábrica”, informa.

Na nova planta, que deverá criar 61 empregos diretos até o final do primeiro ano de operação, será construída uma linha de montagem para as motocicletas, outra para os quadriciclos, uma linha exclusiva para os motores e, ainda, uma área para testes de equipamentos diversos, como freios, luzes, alinhamento de rodas e calibragem de velocímetros. “Além disso, neste espaço também vamos realizar testes de velocidade, consumo de combustível e emissão de poluentes”, afirma Guillermo.

Em Manaus será produzida quase toda a linha de motocicletas MVK vendida hoje no mercado brasileiro, que inclui os modelos Fox, Super, Street, Black Star, Fenix, Spyder e Fenix Gold. As motocicletas Spyder e Fenix Gold foram lançadas recentemente no País e pertencem à marca Regal-Raptor, da qual a MVK é representante exclusiva no Brasil.

A produção local dos modelos Spyder e Fenix Gold poderá ter uma importância estratégica e decisiva para os planos de crescimento da Embramoto. “Estamos em negociações avançadas com a Regal-Raptor para que, num futuro próximo, o Brasil torne-se exportador das suas motocicletas para os demais países da América Latina a partir da planta de Manaus”, informa Guillermo Altrichter.

A nova fábrica também produzirá dois modelos de quadriciclos. Um deles é o conhecido Sport 150, voltado para o lazer, que atualmente é comercializado no País como importado. O outro quadriciclo será um veículo utilitário com motor de 150 cc, ainda a ser definido.

A rede MVK, atualmente com 36 concessionárias, deverá ser ampliada até o final do próximo ano para acompanhar o crescimento de vendas da marca. A meta é atingir um total de 60 revendas até dezembro de 2010 e, ainda, aumentar a presença da empresa em algumas regiões.

A MVK possui concessionárias nos estados de São Paulo, Santa Catarina, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Paraná, Minas Gerais, Espírito Santo, Rio Grande do Norte e Maranhão, além do Distrito Federal. “O Nordeste, por exemplo, é uma das nossas prioridades na estratégia de ampliação da rede”, revela Guillermo Altrichter.

[Por:Moto.com.br]

Para conquistar o público feminino cada vez mais expressivo no segmento de motocicletas, a MVK Motos resolveu ampliar a variedade de cores da Fox 110, oferecendo às motociclistas a opção cor-de-rosa.

Exceção feita à tonalidade inédita, as demais características do modelo Cub foram mantidas. A começar por seu motor, um monocilíndrico de 110 cm³ que desenvolve 8,2 cv de potência a 8.000 rpm.

A pequena cor de rosa dispõe de freio a disco ventilado na dianteira, partida elétrica, rodas de liga leve e porta-objetos sob o banco. Além das informações básicas, o painel de instrumentos dispõe de indicador de marchas digital e mostrador do nível de combustível.

Equipada com pneus aro 17 na dianteira e 14 na traseira e transmissão de quatro marchas, esta cub atinge uma média de consumo de 46 quilômetros por litro de gasolina, segundo o fabricante.

O preço público sugerido da Fox 110 é de R$ 4.680, sem frete e seguro.

[Por:moto.com.br]

A MVK Motos está lançando o novo quadriciclo da marca, o Big Force II, que além de algumas características do modelo anterior arrefecido a ar, traz um motor OHC de 4 tempos com refrigeração líquida.

O veículo conta com transmissão automática, sendo a primária feita por correia e a secundária por corrente e polias de diâmetro variável (CVT). Vem ainda com guincho elétrico de 2000lbs.

Seu propulsor é um 250cc monocilíndrico, capaz de gerar 20 cv de potência a 7.000 rpm. Disponível no momento apenas na cor verde, o Big Force II tem preço sugerido de R$ 11.800,00 (sem desconto, sem frete e sem seguro).

Os quadriciclos MVK podem ser encontrados nas revendas da marca nas principais localidades do país, como São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Espírito Santo, Distrito Federal, Santa Catarina, Goiás entre outras.

Mais informações, no site www.mvkmotos.com.br.

[Por:Moto.com.br]

MVK cria novos planos no Consórcio Nacional

A MVK lançou nesta semana, em São Paulo, novos planos do seu consórcio nacional, com prazos mais longos e prestações mais acessíveis para motocicletas e quadriciclos.

A partir de agora, além dos prazos já existentes de 36, 50 e 60 meses, o consumidor ganha a opção de adquirir seu veículo em 72 ou 80 meses.

Com isso, é possível adquirir uma MVK Fox, no plano de 80 meses, pagando uma prestação de apenas R$ 75,29 por mês. Já a MVK Fenix, modelo custom da marca, tem prestação de R$ 171,33, também no consórcio de 80 meses. O quadriciclo Sport, o mais acessível da linha, pode sair por R$ 111,48 mensais no mesmo plano.

“Acreditamos que estes novos prazos tornarão os veículos MVK ainda mais acessíveis para uma parcela significativa dos consumidores. As vendas da marca pelo sistema de consórcio devem crescer perto de 10% em 2008 por conta desses novos planos”, afirma Edson Nagai, gerente comercial da MVK.

A MVK é uma das marcas de motocicletas que mais tem crescido no mercado brasileiro nos últimos anos e os novos planos de consórcio devem colaborar com as metas de crescimento estipuladas para 2008.

Mais informações, pelo telefone (11) 3619- 3293 ou pelo e-mail sac@mvkmotos.com.br. O site da marca é o www.mvkmotos.com.br.

 

[Por: Moto.com.br]