Marca norte-americana começa a vender motocicleta no Brasil por R$ 39 900

Se você sempre associou o nome Harley-Davidson a motos custom e ao “american way of life”, é bom rever os seus conceitos. Bom, pelo menos em relação à XR 1200, modelo da marca americana que acaba de chegar ao Brasil. Desenvolvida visando o mercado europeu, esta H-D é uma naked urbana de alto desempenho, excelente comportamento dinâmico e acima de tudo…muito divertida de pilotar!

Visualmente, a XR se destaca pelas linhas sóbrias e harmoniosas, mas que trazem embutidas certo ar de esportividade. A tocada naked proposta pelo motor bicilíndrico de 90 cv, é incentivada pelo comportamento do chassi e suspensões, desenvolvidas pela Showa especialmente para ela.

Os freios estão perfeitamente adequados ao desempenho da moto e, mesmo abusando em algumas frenagens, o duplo disco dianteiro de 292 mm com pinças Nissin de 4 pistões demonstrou um funcionamento impecável durante todo nosso tempo com a XR.

O piloto encontra uma ótima posição de pilotagem e, sobre o guidão, há um bonito e simples painel. A XR 1200 está disponível nas cores Vivid Black, Mirage Orange Pearl e Pewter Denin. O preço sugerido é de R$ 39 900.

Gabriel Berardi

Imagens divulgação/Renato Durães

[Por:Motociclismo Online]

Um passado vitorioso em competições. Assim podemos classificar a Harley-Davidson com a sua XR 750 nas dirt tracks da década de 1970, corridas na terra feitas em circuitos ovais nos Estados Unidos.

Com inspiração em seu modelo “racing”, a marca criou em 2008 a XR 1200. Curiosamente a motocicleta foi lançada inicialmente para o público europeu. Após vários pedidos do lado de cá do Atlântico, a montadora resolveu atender ao desejo dos motociclistas americanos.

Lançada na Espanha, a XR 1200 foi apresentada no fim do ano passado nos Estados Unidos e há pouco tempo a imprensa especializada estrangeira teve a oportunidade de testá-la.

Em terras brasileiras a moto fez sua avant-premierè no Salão da Motocicleta 2008 e chega agora neste ano ao consumidor. O preço sugerido é de R$ 39.900, mais o valor do frete (cerca de R$ 1.300,00). A XR 1200 fica posicionada entre as linhas 883 e Dyna.


Design

A nova XR 1200 pouco lembra a “avó” de quem empresta a sigla, exceto pelo largo guidão e pelo formato do tanque. Ao contrário da XR 750, a XR 1200 apresenta características de uma moto exclusivamente para se pilotar em estradas sinuosas.

Esbanjando estilo, a Harley XR é única. Belas rodas de liga leve de 18 polegadas na dianteira e 17 na traseira, calçadas por pneus 120/70 e 180/55, respectivamente. A motocicleta norte-americana apresenta pedaleiras recuadas e o guidão largo, deixando o piloto com a postura relaxada e ereta. Destaque para o tanque de combustível mais “quadrado” e para a bela dupla de escapamentos que ocupam parte da lateral direita da moto.

Contrariando o estilo da XR, a baixa altura do banco em relação ao solo (74 centímetros) e a transmissão feita por correia dentada e o respeitável motor de dois cilindros em “V” não deixam o motociclista esquecer que se trata de uma legítima Harley-Davidson.


Motorização e ciclística

O propulsor é o mesmo que equipa a linha 1200 Sportster. Mudanças na taxa de compressão, a adoção de um radiador de óleo e um novo filtro de ar deixou o “V2” mais arisco. Os números são interessantes: 90 cv de potência a 7.000 rpm e 10,19 kgf.m de torque a baixíssimas 3.700 rpm.

Pesando 250 kg a seco, a XR 1200 exibe um quadro de aço tubular e balança oca de alumínio. No trem dianteiro a XR 1200 apresenta suspensão invertida (upside-down) da marca Showa com 125 mm de curso, já a roda traseira conta com dois amortecedores de 89 mm.

Parar a motocicleta não será problema, pois está equipada com disco duplo de 296 mm na roda dianteira e um único disco de 260 mm na traseira. Segundo a imprensa estrangeira que a testou, não faltaram elogios para os freios e a capacidade de fazer curvas, mesmo não se tratando de uma moto leve.

Bruno Parisi

[Por:Agência Infomoto]